Seminários

Seminários 2009

9 de dezembro (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Minimal Length in (Loop) Quantum Gravity and the Fate of Lorentz Invariance"

Amit Hagar (Indiana University, Bloomington)

In this talk I examine a recent debate in the quantum gravity community on the status of Lorentz invariance in theories that introduce a fundamental length scale, and in particular in Deformed Special Relativity. An argument marshaled against the motivation for that theory is examined and is found wanting.


8 de dezembro (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Radiação de sistemas eletromagnéticos caóticos considerando a auto-interação"

Fernando Kokubun (Universidade Federal do Rio Grande)

Neste seminário é apresentado um estudo da emissão de ondas eletromagnéticas por um sistema descrito pelo potencial de Hénon-Heiles. O objetivo principal é analisar o comportamento do sistema quando o termo de amortecimento devido à auto-interação é incluído explicitamente nas equações de movimento. É feita a comparação entre as perdas de energia pelo sistema nos regimes regular e caótico. No que concerne unicamente às perdas de energia, os resultados obtidos são similares ao caso da emiss˜ao de radiação de ondas gravitacionais por sistema caóticos. A diferença principal éque na an´alise feita no presente trabalho, a energia emitida é calculada explicitamente resolvendo as equações de movimento, sem qualquer tipo de aproximação adicional. A expectativa é de que os métodos usados no desenvolvimento deste trabalho possam ser úteis no estudo do problema análogo da dissipação de energia em sistemas gravitacionais.


3 de dezembro (12:45, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Computadores quânticos em um mundo clássico: os problemas físicos para a implementação da computação quântica"

Eduardo Novais (Universidade Federal do ABC)

Alguns problemas computacionais podem ser resolvidos de maneira eficiente usando computadores quânticos. Contudo para se poder usar o "paralelismo quântico" é preciso criar novos paradigmas tecnológicos. Nessa palestras serão apresentados as condições necessárias para a construção dos computadores e os problemas físicos associados a essas condições. Em particular, será explicado o conceito de decoerência e os principais métodos desenvolvidos para se lidar com ele.


17 de novembro (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Neutrinos de Mão-Direita: Motivações Teóricas e Fenomenológicas"

Carlos Pires (UFPB)

O indiscutível fato experimental de que neutrinos têm massa reforca a possibilidade de existência de neutrinos de mão-direita na natureza. Nesse seminário apresentaremos suas motivacões teóricas e fenomenológicas e discutiremos alguns cenários de física nova aonde essas partículas surgem naturalmente.


12 de novembro (13:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Aspectos fundamentais da teoria de informação quântica"

Marcos César de Oliveira (IFGW, UNICAMP)



04 de novembro (14:00, Sala 401 do bloco B 4º andar - Santa Adélia)

"Absorção de raios-X e Sistemas Magnéticos"

Flávio Garcia (Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, LNLS)

A radiação síncrotron é gerada pela aceleração de elétrons relativísticos e tem como principais características: fluxo intenso, alto brilho, ter espectro bem amplo (desde infravermelho até raios-X duros) e condições de polarização bem específicas. Isso a qualifica como uma importante ferramenta no estudo de diversos assuntos, cobrindo uma vasta gama de áreas da ciência, dentre os quais, física, química, engenharia, ciência dos materiais, geologia, arqueologia, ciências forense só para citar alguns. Dentre as técnicas disponíveis em um síncrotron, uma das mais importantes é a absorção de raios-X. O objetivo principal deste seminário é mostrar a potencialidade das técnicas relacionadas à absorção de raios-X no estudo das propriedades magnéticas dos materiais. Neste sentido, primeiramente, será apresentada uma breve introdução à absorção de raios-X, em seguida aspectos gerais das técnicas relacionadas a este efeito, dentre estas, as técnicas de EXAFS (Extended X Ray Absorption Fine Structure) e XANES (X Ray Absorption Near Edge Spectroscopy). Na parte final do seminário, será apresentada técnica muito importante no estudo dos materiais magnéticos, também baseada na absorção de raios-X, e chama-se dicroísmo circular magnético de raios-X (XMCD). Por fim, para ilustrar a potencialidade destas técnicas, alguns exemplos de estudos realizados, onde o emprego do XMCD mostrou-se fundamental na compreensão de fenômenos relacionados ao magnetismo, dentre estes exemplos, serão apresentados estudos relacionados ao efeito magneto-calórico e de vórtices magnéticos.


27 de outubro (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Functional Renormalization: Bosons and Membranes"

Nils Hasselmann (Institut fuer Theoretische Physik, J.W.Goethe-Universitaet, Frankfurt)

I briefly introduce the functional renormalization group (FRG) and talk about two recent applications of it: In the first part, we investigate the dynamics of the interacting Bose gas, where the FRG was recently successfully used to calculate the spectral density of interacting bosons. All perturbative approaches to this problem where infrared divergent while the FRG result is the first to yield an infrared finite result. In the second part I will talk about how the FRG can be employed to study the thermal fluctuations of tethered membranes, i.e. of membranes which have an internal crystalline order. One prominent exampleof tethered membranes is graphene.

27 de outubro (10:30, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Ab-initio Molecular Dynamics in the Nanosciences"

Sandro Scandolo (The Abdus Salam International Centre for Theoretical Physics - ICTP, Trieste, Italy)

Computational modelling has become an important complementary tool to experimental work in the understanding and control of nanostructures. Molecular dynamics is ideally suited to explore the phase space associated with different structural conformations of nanostructures, particularly when the interatomic potential is determined “ab-initio”, i.e. by solving the quantum mechanics of the electrons on the fly during the atomic dynamics. I will show how the method can be applied to the solution of the long-standing problem of the adsorption of alkyl thiolate chains on gold, where we find that Au adatoms and vacancies play an unexpected but fundamental role [1,2]. I will also show how ab-initio molecular dynamics can be used to predict the infrared absorption of water nanoclusters, and I will illustrate the implications that this finding has on our understanding of the greenhouse effect [3].
[1] A. Cossaro et al., Science 321, 943 (2008); [2] R. Mazzarello et al., Phys. Rev. Lett. 98, 016102 (2007); [3] M.-S. Lee et al., J. Chem. Phys. 128, 214506 (2008)


19 de outubro (15:00, Sala 405, Bloco B - Santa Adélia)

"Sistemas desordenados: quando a exceção é a regra"

Eduardo Miranda (UNICAMP)

Boa parte do que se sabe sobre o estado sólido da matéria depende crucialmente da estrutura periódica dos cristais. Entretanto, desvios da ordem cristalina estão em toda parte, dos semicondutores aos vidros de janela. O entendimento dessas estruturas desordenadas exige a construção de conceitos sobre bases inteiramente novas. Apesar da existência de grandes incertezas, alguns paradigmas novos já se mostraram importantes. Entre estes, enfatizaremos alguns casos em que, para o cálculo de algumas quantidades físicas, a "exceção" é mais importante do que a "regra" ou em que o valor típico é muito diferente do valor médio. A idéia de uma "desordem efetiva infinita" e das fases quânticas de Griffiths que as acompanham ilustrarão como os paradigmas de sistemas desordenados são radicalmente diferentes de suas contrapartidas cristalinas.


19 de outubro (16:30, Sala 303, Bloco B - Santa Adélia)

"Magnetocorrente em Moléculas Orgânicas Conjugadas e sua Aplicação a Dispositivos"

Ivo Alexandre Hummelgen (UFPR)

O fenômeno da magnetocorrente, variação da corrente elétrica em materiais submetidos a campo magnético, foi observado recentemente em moléculas orgânicas conjugadas e vem sendo alvo de intensa investigação com objetivo de elucidar mecanismos e utilizar o efeito em dispositivos eletrônicos.
Neste colóquio, pretendo apresentar brevemente o que se conhece sobre o fenômeno, discutir possíveis mecanismos que o originam e mostrar resultados recentes de sua aplicação a dispositivos eletrônicos. Dentre os dispositivos, cabe evidenciar um transistor de base metálica com ganho emissor comum dependente do campo magnético que possui características de entrada/saída análogas ao transistor válvula de spin, porém que apresenta ganho no modo emissor comum muito maior que um.


07 de outubro (14:00, L604 - Santa Adélia)

"Teoria de Correção Quântica de Erros: uma analogia com transições de fase quânticas"

Eduardo Novais (UFABC)

Nesse seminário eu apresentarei os princípios básicos para a construção de um computador quântico. Depois, discutirei os problemas da teoria de correção quântica de erros e farei uma analogia com a teoria de transições de fase quânticas. O resultado principal apresentado será um critério dimensional para o uso da teoria de correção de erros.


06 de outubro (14:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Indo além da aproximação adiabática: Teoria de perturbação adiabática"

Gustavo Garcia Rigolin (UFSCar)

Apresentamos uma teoria de perturbação dependente do tempo onde a correção da ordem zero é a aproximação adiabática. Ao contrário de muitos outros métodos, o parâmetro perturbativo sobre o qual construímos os termos de ordem superiores está relacionado com o inverso do tempo necessário para levar o sistema de sua condição inicial até o seu estado final. Em seguida aplicamos o método para resolver alguns problemas dependentes do tempo, ilustrando assim a eficiência e exatidão desta teoria de perturbação. Por fim, esboçamos a generalização do método para Hamiltonianas degeneradas.


23 de setembro (16h30, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"High Energy Physics Experiment and Computing Grid"

Dick Greenwood (Louisiana Tech University)

High Energy Physics is a discipline of physics that pursues the understanding of fundamental building blocks of nature and the forces between them. ATLAS experiment is a general purpose High Energy Physics experiment at the LHC at CERN, Geneva.
One of the primary goals of the experiment is discovery of the Higgs particle, believed to be the manifestation of a mechanism that gives masses to particles. The experiment is scheduled to take data later in 2009. Since anticipated total data size approaches to 1.5 Peta-bytes (10**6 Giga-bytes) per year, and the collaboration is world-wide, effective sharing of data for expeditious physics analyses is an utmost challenge. For this reason, an architecture based on the popular computing Grid concept has been designed and is being implemented and exercised throughout the world.
In this presentation, I will describe the current status of the experiment and its progress in physics analyses, in particular search for the Higgs particle. I will also describe the concept of the ATLAS computing Grid architecture and the status of its implementation.


03 de setembro (14h00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Dispositivos Spintrônicos para Tecnologia da Informação Quântica"

Hugo Bonette de Carvalho (UNIFAL)

Neste seminário serão apresentados os conceitos gerais relacionados à Spintrônica em semicondutores, a história das principais conquistas alcançadas e os principais desafios a serem superados. Especificamente apresento a título de ilustração dois dispositivos spintrônicos: diodos de tunelamento ressonante aplicados como filtros de spins e sistemas de transporte e manipulação de spins através de pontos quânticos dinâmicos formados pela interferência de dois feixes ortogonais de ondas acústicas superficiais.


24 de agosto (16h30, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

"Aplicação tecnológica de materiais inteligentes em medicina, odontologia, engenharias e artes"

Fabiana Cristina Nascimento (UEPG)

Os materiais que apresentam o Efeito de Memória de Forma (EMF) são considerados materiais inteligentes porque apresentam a característica de recuperar sua forma original durante o aquecimento após terem sido deformados além do seu limite elástico. A recuperação de forma é resultado da transformação martensítica cristalograficamente reversível. A possibilidade de "lembrar" a forma memorizada resulta em diversas aplicações abrangendo escalas macro, micro e nanométrica. Essas ligas são utilizadas em áreas como: engenharias (mecânica, civil, materiais, mecatrônica, química), medicina, odontologia, artes e também no setor espacial. Dentre as diversas aplicações podem ser citadas os arcos ortodônticos de NiTi, aparelhos de instrumentação cirúrgica, polímeros com memória de forma, dentre outras. Esse colóquio tem como principal objetivo apresentar os conceitos básicos que envolvem o tema bem como as diversas possibilidades de aplicações e a interdisciplinaridade entre diferentes cursos.


27 de julho (16h00, Catequese, 5º andar, auditório)

"Engenharia de nanocristais para a implementação de computação quântica"

Félix Hernandez (IF-USP)

Pontos quânticos semicondutores (quantum dots QDs) apresentam uma estrutura eletrônica com níveis de energia discretos. Considerando que o spin de um elétron em um QD pode ser inicializado em um estado quântico puro, esta propriedade permitiria dar o primeiro passo na fabricação de um computador quântico.
Para investigar a relação da forma do potencial, tamanho e composição química com uma determinada configuração eletrônica, pode ser utilizada a resposta do QD a excitações com luz. Esta relação será determinada através de diversos experimentos ópticos e elétricos os quais demonstram o grau de isolamento do elétron com respeito a seu ambiente químico e o tempo no qual o estado quântico é destruído.


01 de julho (10:30h, Sala 302 A, 3º andar - Santa Adélia)

"Metal hydrides for hydrogen storage"

Jacques Huot (Université Du Quebéc à Trois-Rivières, Canada)

The development of sustainable energy supply able to provide affordable and clean energy without green house gas emissions is arguably the greatest task facing our modern society. Hydrogen and fuel cells could be the solution, providing clean and efficient production of power and heat from a broad range of primary energy sources. One hurdle for the emergence of this hydrogen economy is the availability of a safe, efficient, and low cost mean of hydrogen storage. In the current state-of-the-art of hydrogen storage, no single technology satisfies all the criteria required by the manufacturers and end-users. The different hydrogen storage technologies will be reviewed with special emphasis on metal hydrides. After showing the thermodynamics and structural aspects of hydrogenation of metal hydrides, we will introduce the different classes of hydrides presently considered for hydrogen storage applications. Latest developments in the use of cold rolling as a new means to process metal hydrides will be presented.


30 de junho (10:30h, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

"Invariança Relativística de Expoentes de Lyapunov"

Alberto Saa (UNICAMP)

A caracterização de caos em sistemas relativísticos baseada em expoentes de Lyapunov (EL) sofre de dois problemas básicos: tanto os EL quanto a noção de órbitas limitadas dependem de uma escolha privilegiada de observadores. Uma solução para estes problemas é proposta. Aplica-se o resultado para alguns casos "clássicos": como se transformam os EL sob transformações de Lorentz (relação entre observadores inerciais), de Rindler (relação entre um observador inercial e um uniformemente acelerado) e para observadores em rotação. Mostra-se que uma questão antiga e polêmica com relação a EL calculados a partir de observadores acelerados surge devido a presença dos horizontes de evento, os quais impedem os observadores de ter acesso a dinâmica assintótica do sistema, e invalida qualquer previsão de caos feita nestes referenciais baseados em EL.


17 de junho (16:300h, Auditório do bloco B, 8º andar, bloco B, Santa Adélia)

"Uma Carreira Diferente: Engenharia Física, Dez Anos de Pioneirismo no Brasil"

Fernando M. Araújo-Moreira (UFSCAR)

A proposta e idealização do Curso de Engenharia Física foi uma iniciativa pioneira nesta Universidade, iniciada em finais de 1998. O curso, aprovado em finais de 1999, iniciou as suas atividades com o ingresso da primeira turma em 2000. Essa proposta veio diretamente ao encontro da discussão do momento relacionada com a atuação dos engenheiros e principalmente, com as características dos cursos de engenharia do Brasil, e aconteceu paralelamente com o início das “Teleconferências Engenheiro 2001”. O engenheiro formado pelo Curso de Engenharia Física da UFSCar, é um profissional generalista, com sólida base cientifica e tecnológica, principalmente, as relacionadas com as áreas das ciências exatas (Física, Química, Matemática), preparado para aplicar esses conhecimentos básicos na investigação de problemas tecnológicos, através do uso de uma estratégia multidisciplinar. Pela sua formação, ambas as visões, a do cientista e a do engenheiro, fundamentam seu desempenho profissional. Assim, este Engenheiro Físico está apto para trabalhar com pesquisa, com desenvolvimento e no apoio tecnológico; é capaz de introduzir/desenvolver, num contexto empresarial, novos processos e produtos de alto valor agregado, ocalizando/solucionando problemas das diversas áreas da tecnologia moderna, particularmente, daquelas de grande impacto tecnológico em que a Física Clássica e a Física Contemporânea estejam envolvidas. A Engenharia Física veio a ocupar um lugar vago dentro do amplo espectro de carreiras disponíveis no Brasil. Embora nesta carreira realizássemos a simbiose do engenheiro e do físico, vale a pena destacar que este profissional é engenheiro, no sentido mais amplo e rico dessa palavra. Na sua formação adotamos tanto do engenheiro quanto do físico, aquilo que acreditamos que eles tenham de melhor. Dos primeiros adotamos a capacidade gerencial e administrativa, a capacidade de implementar processos inovativos e a natureza em usar o engenho (engenherar) para elaborar produtos, processos e procedimentos que tenham sucesso comercial. Dos Físicos, adotamos a sua enorme capacidade para lidar com o desconhecido, a sua capacidade investigativa, e a sua formação básica aprofundada. Assim, parece ser de fundamental importância dispor de profissionais de engenharia desse tipo, que tenham formação interdisciplinar e de multi-especialista, onde não sejam nem politécnicos nem especialistas, com uma marcante capacidade de aprender a aprender e de saber fazer, com domínio do know-how, mas principalmente do know-why da sua área de atuação. Ainda, esses profissionais se destacam pela capacidade gerencial e empreendedora e principalmente pela sua visão humanista, que lhes permita ter consciência da importância de tudo o que eles façam, mas, principalmente, de tudo aquilo que não façam, tanto para o ser humano quanto para o meio ambiente.


22 de maio (10:00h, sala 503, 5º andar, bloco B, Santa Adélia)

"Agregação protéica, amilóides e patologias"

Wanius José Garcia (Instituto de Física de São Carlos - USP)

A transição do estado nativo (funcional) para o estado desnaturado de proteínas pode levar a formação de estados intermediários e agregados, que podem também formar fibrilas amilóides que é um importante problema científico com implicações nas áreas de saúde e biotecnologia. As fibrilas amilóides são agregados organizados que aparecem em patologias importantes como o mal de Parkinson, amiloidose sistêmica senil, doença de Alzheimer, prions e outras. Aqui discutiremos os conceitos básicos sobre amilóides e a relação dessas estruturas organizadas com patologias. Em seguida, mostraremos a aplicação de técnicas físicas para o estudo da caracterização e monitoramento da cinética de formação de fibrilas amilóides in vitro no caso da proteína de cérebro humano Septin 4.


19 de maio (16:00h, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

"The Distribution of the Dark Matter in Galaxies as the Imprint of its Nature"

Christiane Frigerio Martins (UFABC)

The standard framework within which cosmological measurements are confronted and interpreted nowadays, called Lambda Cold Dark Matter, presents a Universe dominated by unknown forms of energy and matter. In this seminar I discuss the distribution of dark matter in galaxies and the fact that the local universe turns out to be a marvelous laboratory for examining the nature of dark matter and the fundamental physics involved in structure formation and evolution. I also discuss the development of tests, based on mass modeling of rotation curves, for the validation of dark matter models on galactic scales. These tests have been applied in analyzing the phenomenology of the cusp vs core controversy, and the phenomenon of non-Keplerian rotation curves as modification of the laws of gravity.


15 de abril (16:30h, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

"Resfriamento de átomos, relógios atômicos ópticos e tecnologia de lasers"

Flávio Caldas da Cruz (UNICAMP)

Este seminário apresenta uma revisão das atividades do grupo de "Lasers e aplicações" do Instituto de Física da UNICAMP, na área de resfriamento de átomos, relógios atômicos e tecnologia de lasers. Apresentarei resultados e perspectivas com o resfriamento e aprisionamento a laser de átomos de cálcio e o desenvolvimento de um relógio atômico óptico de próxima geração envolvendo estes átomos. Inclui-se aqui o desenvolvimento dos chamados pentes de frequências ópticas. Algumas novas tecnologias baseadas em lasers serão também mencionadas, como a geração de pulsos de terahertz e suas aplicações.


14 de abril (12:00h, sala A801 do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

"Computação e Informação Quântica"

Roberto M. Serra (UFABC)

Neste seminário apresentaremos aspectos gerais associados á área que se convencionou chamar de Teoria da Informação Quântica inaugurando uma nova tecnologia para comunicação e processamento de informação. Introduziremos conceitos básicos de mecânica quântica e computação quântica, demonstraremos o ganho de performance proporcionado por esta nova “lógica”, que permite a superposição e interferência de estados de bits quânticos (qubits), através de alguns algoritmos incluindo possíveis soluções para problemas NP (não polinomiais). Discutiremos também alguns protocolos para comunicação quântica. Não poderíamos deixar de apresentar as principais limitações para implementação em larga escala de tais propostas, i.e. o fenômeno da decoerência. Por fim, mencionaremos o que está sendo desenvolvido na área pelo grupo de pesquisa local.


01 de abril (16:30h, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

"A visão de mundo mecanicista versus a teoria do campo: Um caso riquíssimo de transição entre duas mega-estruturas conceituais na ciência"

Valter Alnis Bezerra (UFABC)

Neste colóquio, analisaremos alguns aspectos da transição entre a poderosa visão de mundo mecanicista dos séculos XVII a XIX e a era da física desmecanizada, simbolizada pela teoria eletromagnética no século XIX e a relatividade no século XX. O episódio, além do seu interesse intrínseco -- posto que coloca em foco teorias sumamente importantes e significativas da física da modernidade -- também dá ensejo a diversas reflexões de caráter geral sobre a estrutura e dinâmica da ciência. Entre elas, merecem destaque: a estrutura em grande escala do conhecimento científico, a interdisciplinaridade, a relação entre história e filosofia da ciência, a pluralidade e mutabilidade da metodologia científica, o lugar dos valores cognitivos imbricados no conhecimento científico, o lugar dos modelos, a justificação e a racionalidade das teorias científicas.


25 de março (16:30h, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adelia)

"Nanotecnologia e Lasers"

Milton Sergio Fernandes de Lima, Instituto de Estudos Avançados (IEAv/CTA)

A palestra versa sobre os desenvolvimentos na área de nanofabricação com lasers, oferecendo uma introdução geral ao tema, bem como os desenvolvimentos recentes do Instituto de Estudos Avançados (IEAv/CTA) na área. Serão apresentadas as oportunidades na área, bem como será feito o convite para participação no evento Nanoaeroespacial 2009.


24 de março (16:00h, sala 502 do bloco B, 5º andar - Santa Adelia)

"Transporte Quântico Caótico"

Marcel Novaes (UNICAMP)

Neste seminário, pretende-se discutir o comportamento do emaranhamento em sistemas críticos quânticos. Em particular, analisaremos a caracterização de transições de fases quânticas em sistemas de matéria condensada através do emaranhamento entre os constituintes desses sistemas. Pretende-se também abordar algumas perspectivas e desafios para o entendimento do papel desempenhado por estados emaranhados em torno da criticalidade quântica.

Seminários 2010

7 de dezembro  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santa Adélia)    

"Dark Matter Awareness Week"  

Pietro Chimenti (UFABC)

A "Dark Matter Awareness Week" é um evento que estará ocorrendo ao redor do mundo na semana de 1 a 8 de dezembro com palestras de divulgação sobre Matéria


30 de novembro  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santa Adélia)    

"Large Hadron Collider: Primeiros Resultados"  

Sergio Novais (IFT - UNESP)

O LHC abre uma nova fronteira na exploração dos constituintes damatéria e suas interações. Ele começa a produzir seus primeirosresultados e em breve irá contribuir significativamente para a buscado bóson de Higgs e para testar uma série de modelos teóricos que vemsendo propostos nos últimos 35 anos. Procuraremos dar uma visão geralda instrumentação e métodos utilizados na investigação dos fenómenosna escala de 10^-18 m pelos experimentos do LHC. 


16 de novembro  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santa Adélia)
   

 

"Sistemas magnéticos quânticos com spinons fracamente confinados"  

Ricardo Doretto (IF - UNESP)

Nesse seminário, discutiremos a física de sistemas paramagnéticos quânticos no regime fracamente confinado. Em particular, mostraremos que tais sistemas são caracterizados por uma hierarquia de comprimentos característicos: além do comprimento de correlação magnético, podemos definir um comprimento de confinamento, que pode ser determinado através de medidas estáticas ao redor de uma impureza não magnética. Iniciaremos com uma breve introdução sobre sistemas magnéticos frustrados e fases paramagnéticas quânticas. Em seguida, apresentaremos cálculos (analíticos e numéricos) para uma cadeia de spin frustrada e dimerizada a fim de ilustrar o comportamento acima descrito. 


9 de novembro  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santa Adélia)    

"Cadeias quânticas de spins aperiódicas"  

Andre Vieria  (IF - USP)

A competição entre quebra de simetria translacional e flutuações quânticas leva a uma série de comportamentos interessantes em baixas temperaturas, especialmente em sistemas de baixa dimensionalidade. Nesse contexto, apresentaremos uma discussão geral dos efeitos de aperiodicidade determinística, inspirada nos quase-cristais, sobre as propriedades termodinâmicas, a natureza do estado fundamental e o comportamento crítico de cadeias quânticas de spins. Especificamente, teremos como foco cadeias de Heisenberg, que correspondem a uma fase crítica, e a cadeia de Ising quântica, que representa um paradigma dos sistemas que exibem transições de fase quânticas. 


19 de outubro  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santa Adélia)    

"Da Galena ao Grafeno: A Rota dos Prêmios Nobel"  

Adalberto Fazzio (IF - USP)

In Há um consenso na comunidade científica que a redução de escala do transistor (MOSFET) baseado no silício está próximo do limite. Há uma busca intensa por novos materiais para a quebra limite do paradigma do Si. Uma importante e inesperada realização foi obtida pelo grupo da Universidade de Manchester, em outubro de 2004. Os físicos noticiaram que tinham preparado o Grafeno. Um material verdadeiramente de duas dimensões (2D) e observaram o efeito de campo (elétrico) em suas amostras.
Esta realização provocou um verdadeiro frenesi na comunidade de físicos da matéria condensada. O Grafeno tem uma estrutura favo de mel, apresentando propriedades físicas muito interessantes, como uma alta mobilidade eletrônica, com elétrons e buracos se comportando como férmions sem massa e gap de energia nulo. Para utilizá-lo como material eletrônico – dispositivo lógico – é desejável a criação de um gap de energia.
Nesta minha palestra apresentarei a busca histórica pelo dispositivo e o porquê o Grafeno vem sendo largamente estudado. Essa busca já levou inúmeros pesquisadores a serem agraciados com o prêmio Nobel, novamente neste ano os laureados foram Andre Geim e Konstantin Novoselov pelos trabalhos na física do Grafeno. 


5 de outubro  (14:00, Bloco B, 8º andar - Santa Adélia)    

"Studies of magnetic properties for Cr-doped La0.7Ca0.3MnO3 using synchrotron x-ray techniques"  

Hirotoshi Terashita (UNICAMP/LNLS)

In this talk, I would like to introduce possible use of synchrotron X-ray (at the LNLS?) for the studies of magnetic materials. Mixed-valence manganese oxides La(1−x)Ca(x)MnO3 exhibit wide variety of physical phenomena, such as metal-insulator transition, charge/orbital orderings, phase separation, and colossal magnetoresistance (CMR) effect. CMR effect, in which electrical resistivity show a large change in an application of magnetic field, has been intensively studied since these materials are expected to find applications in magnetic sensor and recording technology. From scientific point of view, magnetic and transport properties of these compounds can be explained by double exchange (DE) interaction between Mn3+ and Mn4+ ions by the eg electron hopping via O ion. We have been studying Cr-doped manganese oxides at the LNLS and UNICAMP. Cr3+ ion has an isoelectronic structure with Mn4+ (3d3, s=3/2) and nearly the same ionic radius as that of Mn3+ (Cr3+: 0.615 Å, Mn3+: 0.645 Å). Therefore, substitution of Cr for Mn might be ideal to study additional DE and/or super exchange (SE) interactions in manganese oxides without a drastic change of structural property. Recent neutron diffraction studies suggested that Cr-doped La0.7Ca0.3MnO3 is ferromagnetic, resulting from Mn3+/Mn4+ DE interaction, whereas Cr3+ ions are randomly oriented. On the other hand, the results of magnetization and transport measurements on polycrystalline sample suggested possible Mn3+/Cr3+ DE interaction, and other group proposed ferromagnetic Mn3+/Cr3+ SE interaction. To clarify this controversial argument, we conducted x-ray absorption spectroscopy (XAS) and x-ray magnetic circular dichroism (XMCD) measurements for La0.7Ca0.3Mn(1−x)Cr(x)O3 with x=0.15, 0.50, and 0.70. The results suggest that the direction of Cr spin is antiparallel to Mn spin, i.e., ferrimagnetic for x=0.15 and 0.50, while the x=0.70 sample is antiferromagnetic at low temperatures.


 28 de setembro (14:00, Bloco B, 8º andar - Santa Adélia)  

"Propriedades dinâmicas de sistemas unidimensionais"  

 Rodrigo Pereira (IFSC - USP-Sao Carlos)

Propriedades dinâmicas de sistemas unidimensionais Propriedades termodinâmicas de sistemas unidimensionais sem gap de energia são bem entendidas com base na teoria de líquidos de Luttinger, que descreve as excitações do sistema interagente em termos de modos coletivos bosônicos. Entretanto, o estudo de funções de correlação dependentes do tempo reserva algumas surpresas que só recentemente foram esclarecidas. Por exemplo, agora se sabe que modos de baixa energia não são suficientes para explicar o comportamento das funções de correlação para tempos longos e que as singularidades exatas das funções espectrais estão relacionados com a Física da borda de absorção de raios X em metais. Neste seminário serão discutidos resultados recentes sobre funções de correlação dependentes do tempo em equilíbrio para sistemas unidimensionais, com ênfase em modelos integráveis para os quais várias propriedades podem ser calculadas exatamente. Discutiremos ainda os efeitos do grau de liberdade de spin para sistemas fermiônicos, através do acoplamento das dinâmicas de carga e spin. 

 27 de julho (16:00, Sala 301, Bloco B, 8º andar - Santa Adélia)    

 "Física de hadrons"  

 

Marina Nielsen (IF - USP)

As partículas formadas por quarks são chamadas de hádrons e as diferentes combinações entre os quarks determinam o tipo de hádron formado. Os quarks possuem uma característica importante, imilar à carga elétrica, que os difere dos hádrons e que os físicos chamam de carga de cor. Ao contrário do que se observa com cargas elétricas, cuja interação se torna mais fraca quando a distância entre as cargas aumenta, a interação entre cargas de cor se torna mais intensa quando a distância entre elas aumenta. Devido a essa característica os quarks estão sempre presos dentro dos hádrons, e não existem quarks livres na natureza. É essas partículas que eremos tratando neste colóquio. 

 
20 de julho (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)   

"Emaranhamento e os fundamentos da Física Estatística "  

Thiago R. de Oliveira (UFF)

Desde seu surgimento a Física Estatística tem sido bem sucedida, predizendo o comportamento de sistemas encontrados na natureza. Contudo, ainda não está totalmente claro porque ela funciona: como podem médias num conjunto de estados (ensemble) predizer propriedades de sistemas físicos que supostamente se encontram em um estado bem definido e evoluindo eterministicamente? Recentemente, usando a Mecânica Quântica, uma nova e interessante abordagem, chamada tipicalidade, há sido proposta para essa questão. A idéia principal é que o uso de ensembles não é essencial, já a maioria dos estados puros do espaço de Hilbert teria propriedades semelhantes às do ensemble; tipicamente o sistema parece ser descritos por um ensemble. No entanto, muitas vezes se argumenta que a maioria dos estados do espaço de Hilbert são "não-físicos": não são boas descrições de sistemas que encontramos na natureza. Portanto uma importante questão surge: Será que podemos ter a tipicalidade em um conjunto de estados físicos relevantes, e não somente no espaço de Hilbert inteiro? Numa tentativa de esclarecer um pouco este problema estudamos se, e como, a tipicalidade surge no conjunto de Estados de Produto de Matrizes (Matriz Product States ou Valence Bond States). Estes são amplamente utilizados pela comunidade de Matéria Condensada na descrição de estados de baixa energia de Hamiltonianas de interesse e portanto possíves candidatos a "estados físicos" Phys. Rev. A 81, 032336 (2010).


14 de julho (14:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

 "Breakdown of thermalization in finite one-dimensional systems"

Marcos Rigol (Univ. Georgetown, EUA)

Little more than fifty years ago, Fermi, Pasta, and Ulam set up a numerical experiment to prove the ergodic hypothesis for a one-dimensional lattice of harmonic oscillators when nonlinear couplings were added. Much to their surprise, the system exhibited long-time periodic dynamics with no signals of ergodic behavior. Those results motivated intense research, which ultimately gave rise to the modern chaos theory and to a better understanding of the basic principles of classical statistical mechanics. More recently, experiments with ultracold gases in one-dimensional geometries have challenged our understanding of the quantum domain. After bringing a nearly isolated system out of equilibrium, no signals of relaxation to the expected thermal equilibrium distribution were observed. Some of those results can be understood in the framework of integrable quantum systems, but then it remains the question of why thermalization did not occur even when the system was supposed to be far from integrability. In the latter regime, thermalization is expected to occur and can be understood on the basis of the eigenstate thermalization hypothesis. In this talk, we utilize quantum quenches to study how thermalization breaks down in finite one-dimensional lattices as one approaches an integrable point.  


13 de julho (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)  

 

"A Correspondência AdS/CFT e Aplicações"  

Victor I. Rivelles (IF-USP)

Um dos resultados mais impressionantes da teoria de cordas é a correspondência AdS/CFT. Na sua forma original ela afirma que uma teoria de gauge supersimétrica é totalmente equivalente à uma teoria de supercordas no espaço de anti-De Sitter. Desde então ela foi estendida para outras situações e hoje em dia é conhecida como correspondência gravitação/teoria de de gauge. Após apresentar a correspondência discutiremos vários aspectos da mesma como a integrabilidade, e aplicações na QCD e na matéria condensada.   


29 de junho (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)  

"Identificação e determinação da estrutura interna de estrelas compactas"

César Lenzi (ITA)

Um estudo detalhado sobre a dinâmica microscópica de objetos astrofísicos compactos, tais como estrelas de neutrons, é de suma importância para as áreas, não só de astrofísica, como também de física nuclear e de partículas. Acreditase que estes objetos possam conter em seu interior matérias exóticas, tais como, hiperons, condensados de kaons, uma fase mista de quarks e hadrons, ou ainda uma fase puramente de quarks em seu núcleo. O presente trabalho, tem como objetivo um estudo detalhado sobre diversos cenários de matéria nuclear hadrônica e desconfinada que possam constituir o interior de uma estrela de neutrons. Por fim, apresentamos formas de se identificar estes cenários nucleares com base em análise de dados de detectores de ondas gravitacionais.


22 de junho (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)  

 

" ´Quantum Chromodynamics´, uma teoria para as interações fortes."  

Adriano A. Natale (IFT / Unesp)

A interação entre protons e neutrons é resultado de uma interação residual entre as partículas elementares denominadas quarks e gluons, cuja interação é descrita pela Cromodinâmica Quântica. Vamos discutir algumas propriedades dos quarks e gluons e apresentar algumas idéias recentes sobre a teoria de interações fortes.  


8 de junho (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)  

 

"Investigations of Magnetism at the Nanoscale"  

Professor E. Dan Dahlberg (University of Minnesota, USA)

One of the current frontiers in magnetism is to understand the domain structure and the magnetization reversal in nanometer sized particles. Explorations at these length scales have been aided by the development of new magnetic imaging techniques [1] one of which is the magnetic force microscope (MFM), a variant of the atomic force microscope. We have utilized the high resolution MFM (30 nm) we developed [2] to increase our fundamental understanding of magnetism on this length scale. I will discuss the field induced magnetic reversal in stadia shaped particles on the order of hundreds of nanometers wide and about twice that in length. In general for the small aspect ratio stadia (length to width ratio) the magnetization reverses by the formation of a single vortex and its propagation down the length of a stadium (when the fields are applied perpendicular to the long axis). The surprising discovery is the importance of virtual particles (vortex-antivortex pairs) creation and annihilation in the magnetic reversal in larger aspect ratio stadia. 1. E. Dan Dahlberg and Jian-Gian Zhu, Physics Today 48, 34 April 1995. 2. George D. Skidmore, Sheryl Foss, and E. Dan Dahlberg, Appl. Phys. Lett. 71, 3293-3295 (1997). Supported by ONR and the University of Minnesota MRSEC.  


25 de maio (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

 

"Magnetoresistência colossal, coexistência de fases e avalanches magnéticas: a fascinante física das manganitas"  

Prof. Luis Ghivelder (UFRJ)

Os óxidos de manganês com valência mixta, conhecidos como manganitas, despertaram grande interesse da comunidade cientifica em meados da década de 90 devido a descoberta da chamada magnetoresistência colossal, uma enorme variação na resistividade elétrica quando um campo magnético é aplicado. Neste seminário faremos uma descrição geral da física das manganitas, começando pela magnetoresistência colossal, e explicando a origem de fenômenos como o ordenamento de cargas e a separação de fases. Este último é de grande importância atualmente, com implicações em toda física de elétrons fortemente correlacionados.   


10 de maio (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

 

"Universalidade e condução elétrica em nano-estruturas"

Prof. Luiz Nunes (IFSC-USP, São Carlos)

As técnicas experimentais desenvolvidas na última década permitem determinar as propriedades de transporte de dispositivos semicondutores com dimensões nanométricas. A precisão dos dados experimentais lança um desafio teórico que será o assunto desta apresentação. Farei um apanhado sobre a física que emerge de tais dispositivos, com ênfase nos efeitos de correlação eletrônica que dominam a condução de eletricidade através deles. Mostrarei que, nas condições de interesse experimental, a condutância elétrica linear pode sempre ser mapeada em uma função universal da temperatura. Focalizarei um trabalho experimental recente [M. Grobis e outros, PRL 246601 (2008)] para mostrar que o mapeamento reproduz quantitativamente as medidas e permite identificar os principais parâmetros que definem o dispositivo.


04 de maio (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)

 

"Transport Through Single-Molecule Junctions: Interference, Thermopower, and the Role of Self-Interaction Effects"

Prof. Harold U. Baranger (Duke University, USA)

Rapid progress in experiments probing transport through single molecules has opened many interesting research directions. Our theoretical work on three such directions is highlighted here; for our calculations, we combine ab initio electronic structure with a single-particle Green function description of the electronic transport. (1) We investigate the applicability of quantum interference through single molecule rings as a control mechanism in molecular electronics. We find that the quantum interference effect is strongly dependent on the interaction between molecular pi-states and contact sigma-states. Structures made with 18-annulene could be used as quantum interference effect transistors. (2) Molecular nanojunctions may support efficient thermoelectric conversion through enhanced thermopower. We calculate the thermopower for several conjugated molecular nanojunctions connected to gold electrodes. Systematic good agreement between theory and experiment is obtained-- much better agreement than for comparable calculations of the conductance. (3) Finally, since we recognize that our treatment of transport is not fully justified, it is important to study corrections and extensions. We investigate the effect of the exchange-correlation potential in atomic chains by constructing optimized effective potentials using several functionals. Dramatic effects are caused by two factors: changes in the energy gap and the self-interaction error.  


20 de abril (16:00, Auditório do bloco B, 8º andar - Santa Adélia)  

 

"Magnetic Excitation Spectrum of the J1-J2 Model for Iron Pnictides"  

Marcello Barbosa Silva Neto (UFRJ)

Frustrated magnetism plays a very important role in the physics of the new high temperature iron superconductors, like SrFe2As2. The collinear spin density wave structure, resulting from the two coupled Néel sublattices, is destroyed with doping and superconductivity emerges. In this work we derive an effective nonlinear sigma model to describe the low energy, long wavelength magnetic excitations of the undoped compounds. We find that frustration due to sublattice coupling gives rise to a splitting of magnetic modes that could be measured either with thermodynamical or scattering experiments. We discuss our theoretical findings in connection with experiments for the SrFe2As2 material.  


29 de março (16:00, Sala 406, bloco B, 4º andar)

 

 "Theory of smeared quantum phase transitions"  

Jose A. Hoyos (IFSC, USP)

We present an analytical strong-disorder renormalization group theory of the quantum phase transition in the dissipative random transverse-field Ising chain. For Ohmic dissipation, we solve the renormalization flow equations analytically, yielding asymptotically exact results for the low-temperature properties of the system. We find that the interplay between quantum fluctuations and Ohmic dissipation destroys the quantum critical point by smearing. We also determine the phase diagram and the behavior of observables in the vicinity of the smeared quantum phase transition.


 16 de março (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)  

"Morte Súbita do Emaranhamento via o Efeito Unruh" André Landulfo (IFT, UNESP)

A física moderna é dominada pela mecânica quântica e pela relatividade e atualmente, a interface entre essas duas teorias vem sendo alvo de intensa pesquisa. Nesse seminário mostrarei que o emaranhamento entre dois qubits sofre uma morte súbita quando um deles acelera uniformemente. Discutirei a interpretação desse fenômeno tanto do ponto de vista de observadores uniformemente acelerados (em termos do banho térmico de Unruh) como de observadores inerciais. Mostrarei ainda como aplicar esses resultados para qubits próximos ao horizonte de eventos de um buraco negro. Ao final discutirei o fenômeno do teletransporte nesse contexto.  


2 de março (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)  

 

"Estados Quânticos de Materiais Avançados"  

Marcos A. Avila e Raquel A. Ribeiro (CCNH - UFABC)

Neste seminário vamos fazer uma apresentação geral do recém-formado Grupo de materiais Quânticos da UFABC. Descreveremos a infra-estrutura que começará a ser implementada nos próximos meses no Bloco A, e as principais atividades de pesquisa que serão desenvolvidas, baseadas na descoberta e desenvolvimento de novos materiais exibindo elétrons fortemente correlacionados, termoeletricidade, magnetismo, supercondutividade e criticalidade quântica.


23 de fevereiro (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

 

 "Campos magnéticos galácticos e extragalácticos e seus efeitos na propagação dos Raios Cósmicos de Altas Energias"  

Carlos O. Escobar (IFGW - UNICAMP)

Após uma breve revisão do que conhecemos hoje sobre campos magnéticos galácticos e extragalácticos, discutimos o efeito que os mesmos exercem nas trajetórias dos raios cósmicos de altas energias e como estes podem servir como uma ferramenta para ampliar nosso conhecimento sobre estes mesmos campos magnéticos.


9 de fevereiro (16:00, Auditório do bloco B 8º andar - Santa Adélia)

 

 "Mecanismo de armazenamento em um disco de DVD Blu-ray"   

Juarez Lopes Ferreira da Silva (Instituto de Física de São Carlos - USP)

Dispositivos ópticos (CD, DVD, DVD blu-ray) tem sido largamente utilizados no nosso cotidiano para armazenamento de dados, entretanto muito pouco se conhece sobre os mecanismos envolvidos no processo de escrita. Neste seminário, usando cálculos de primeiros princípios vou apresentar um mecanismo em nível atômico para explicar o armazenamento em um disco de DVD blu-ray.

Seminários 2011

Próximos seminários


    

7 de dezembro (17:00, Aditório do 8º andar, Bloco B- Santo André)

Dynamical gluon mass generation and the IR sector of QCD

Palestrante: Daniele Binosi (European Centre for Theoretical Studies in Nuclear Physics and Related Areas, Trento - Italy)

We review the Pinch Technique - Background Field Method (PT-BFM) framework for formulating and solving the Schwinger-Dyson equations of Yang-Mills theories. In particular, we show how within this framework it is possible to write a new set of Schwinger-Dyson equations that (i) accommodate the dynamical gluon mass generation through Schwinger's mechanism, and (ii) have much better truncation properties than the the conventional equations. The resulting solutions show (in the Landau gauge) an infra-red saturating gluon propagator and ghost dressing function, in agreement with all lattice studies to date for both SU(2) and SU(3) gauge groups as well as 3 and 4 space-time dimensions. We also briefly discuss how a massive gluon enables self-consistently confinement through the condensation of thick vortices, and study other infra-red characteristic quantities such as the Kugo-Ojima function and the effective charge.


Seminários já realizados


8 de novembro (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B- Santo André)

Magnetized equilibria of stars and astrophysical gas flows

Shinichiro Yoshida (Tokyo University)

Magnetic field is regarded to play important roles in many astrophysical phenomena from the scale of solar system to that of galaxies. Especially for the compact objects as neutron stars and black holes, the presence of very strong magnetic field in the strong gravity may give rise to the most energetic phenomena in the universe as cosmic jets and gamma-ray bursts. Our group has been interested in the behavior of magnetized gas in the systems of compact objects. In the last several years we have been working on modeling equilibria of magnetized stars and gas flows around them. I would like to share our interest of this topic and present some results obtained by us.


1 de novembro (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B- Santo André)

 

Redução no fluxo de neutrinos extragalácticos via interação com matéria escura.

Celio A. Moura (UFABC)

Espera-se que neutrinos extragalácticos sejam detectados em experimentos como IceCube e o Observatório P. Auger, porém limites cada vez mais restritivos para o fluxo destes neutrinos com energias acima de aproximadamente 1 PeV vêm sendo alcançados. Neutrinos interagem fracamente com a matéria ou campos magnéticos, por isso, espera-se que cheguem de fontes a distâncias cosmológicas praticamente sem nenhuma mudança no fluxo ou direção iniciais, o que traria informações importantes sobre as fontes mais distantes no universo e seus mecanismos. Uma possível explicação para a não observação destes neutrinos seria a interação com matéria escura durante sua propagação. Falarei sobre a formação, propagação e o limite no fluxo de neutrinos extragaláticos devido a uma possível interação com matéria escura de natureza escalar e ultraleve.

Ref: http://iopscience.iop.org/1475-7516/2011/10/007/

25
de outubro  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B- Santo André)

Gravitação com derivadas espaciais de quarta ordem.

Fábio Bemfica ( IF, USP)

No intuito de construir uma teoria da gravitação renormalizável no âmbito da teoria linearizada da gravitação, Petr Horava propôs algumas modificações na ação de Hilbert-Einstein. A idéia principal reside na introdução de termos com derivadas apenas espaciais de ordem superior a dois, realizadas em uma dada foliação do espaço-tempo. Por um lado, a ausência de termos contendo derivadas temporais de ordem superior a dois deve manter a teoria unitária. Por outro lado, as derivadas espaciais adicionais deverão melhorar o comportamento ultravioleta da teoria. Neste seminário apresentarei alguns aspectos desta teoria, mais conhecida como gravitação de Horava-Lifshitz e, para um modelo simplificado contendo termos com derivadas espaciais de ordem quatro, ilustrarei a teoria com o cálculo do propagador. Neste ponto, analisarei os graus de liberdade da teoria bem como sua unitariedade. No caso de um espalhamento de duas partículas escalares interagindo gravitacionalmente, mostrarei a analise do potencial de interação no limite não-relativístico.


19 de agosto  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B- Santo André)

Tuning the ground state of BaFe2As2: Phase diagrams and empirical trends.

Sergei Bud'ko ( Ames Laboratory, US DOE and Department of Physics and Astronomy, Iowa State University, Ames)

A brief overview and summary of the effects of transition metal (Co, Ni, Cu, Ru, Pd, and Rh) doping and pressure on physical properties of BaFe2As2 will be presented. The range of experimental parameters that allow for the stabilization of superconductivity will be outlined. The evolution of physical properties with doping, in particular, possible Lifshitz transitions, bracketing the superconducting dome, as inferred from thermoelectric power and Hall measurements (as well as ARPES) will be examined. Effects of doping will be compared with pressure. If time permits, physical properties of the recently discovered AxFe2-ySe2 family of superconductors will be briefly discussed and contrasted with the 122 family, with an emphasis on possible phase separation and controversy existing in the current data.


11 de agosto  (14:00, 212-0,
2º andar Bloco A - Santo André)  
Supermassive Black Holes - Answered and Unanswered Questions

José de Freitas Pacheco ( Observatoire de la Côte d'Azur - France)

Abordarei alguns problemas ligados aos buracos negros supermassivos, em particular a existencia destes objetos quando o universo tinha uma idade inferior a um bilhão de anos. Mostrarei que discos de acresção auto-gravitantes e não estacionarios podem explicar a presença de tais buracos negros em altos "redshifts" bem como variações abruptas de emissão-X em galaxias não-ativas, interpretadas como sendo devidas a destruição de uma estrela por forças de maré de um buraco negro supermassivo.


9 de agosto  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B -
Santo André)  
Superfluidez e turbulência quântica em condensados de Bose-Einstein.

Vanderlei Bagnato  (IFSC-USP)

Utilizando uma amostra de atomos de Rb no estado de um condensado de  Bose-Einstein, demosntramos o estado de superfluidez, a formação de vórtices quânticos e a evolução do sistema para uma turbulência quântica. Estudos experimentais  presentes e futuros neste sistema físico serão discutidos.


02 de agosto  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B -
Santo André)  
Accelerating Particles in the Universe in the FERMI and CTA era

Elisabete Dalpino (IAG-USP)

Acceleration of energetic particles is rather important for a wide range of astrophysical environments, from stellar magnetospheres, accretion disk/jet systems, supernova remnants and gamma-ray-bursts to clusters of galaxies. There is no single mechanism by which fast particles are accelerated in astrophysical environments, and it is now recognized that the data require a rich variety of different mechanisms operating under different conditions.  The mechanisms discussed in the literature include varying magnetic fields in compact sources, stochastic process in turbulent interstellar and intracluster media, and acceleration behind shocks. An alternative, much less explored mechanism so far, involves particle acceleration in magnetic reconnection sites. In this seminar I will focus on this mechanism. Magnetic reconnection occurs when two magnetic ?uxes of opposite polarity encounter each other and annihilate, releasing a lot of magnetic energy. I will show, by means of numerical simulations, that particles injected in a reconnection zone are efficiently accelerated through a first-order Fermi process and have an exponential growth of energy. This process is even more efficient in the presence of turbulent magnetic fields. As magnetic reconnection is ubiquitous in Astrophysical environments, this mechanism may be crucial for accelerating cosmic rays from solar flares to gamma-ray-bursts. The current cosmic detectors like the FERMI satellite, and the coming CTA (Cherenkov Telescope Array) gamma-ray observatory will be able to probe these mechanisms.


26 de julho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Anomalias e Identidades de Ward para o Modelo de duas Cadeias de Tomonaga-Luttinger Acopladas

Alvaro Ferraz Filho (UFRN)

Se o número de graus de liberdade do estado fundamental de um sistema físico torna-se infinito surgem naturalmente comutadores anômalos de operadores de densidade ou de correntes que sinalizam a quebra de uma simetria clássica no regime quântico. Essas anomalias se refletem também nas identidades de Ward (IWs) e isso nem sempre e levado em conta devidamente. Nós derivamos as IWs para duas cadeias de Tomonaga-Luttinger acopladas e mostramos claramente quando essas anomalias se fazem presentes.


19 dejulho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Breve Introdução à Teoria de Cordas

Dáfni F. Z. Marchioro (UNIPAMPA)

A Teoria de Cordas é uma das possíveis propostas para uma teoria de Gravitação Quântica. Durante os quase 40 anos de existência, passou por diversas fases, oscilando entre grandes ideias e empasses. Neste seminário, pretendo apresentar uma visão geral e qualitativa da área, e seus principais avanços.


12 de julho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Terahertz and Mid Infrared Sources, Detection and Applications

Mauro Fernandes Pereira Jr. (Sheffield Hallam University, UK)

This talk starts with an overview of the applications and different methods for generation and detection of mid infrared and terahertz radiation.  Next higlights of our Nonequilibrium Green's Functions predictive  simulation approach are given and a new quasi particle is described to equilibrate the  talk between applied and basic physics.  Next a brief overview of challenges for further solar cell developmentg are summarized and our results for novel approaches for mid infrared thermophotovoltaics are shown.


05 de julho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Modelos estatísticos para transições de fase em líquidos anisotrópicos

Sílvio Salinas (IFUSP)

Utilizamos modelos estatísticos elementares, em geral tratados de forma analítica, para reproduzir aspectos importantes dos diagramas de fases de líquidos anisotrópicos. Consideramos um modelo de interações quadrupolares na rede, sugerido pela abordagem de campo médio de Maier e Saupe para as transições nemáticas, que é uma espécie de análogo do modelo de Curie-Weiss para o ferromagnetismo. A versão mais simples desse modelo, com apenas três estados quadrupolares, é capaz de dar conta da transição de primeira ordem entre as fases isotrópica e nemática uniaxial dos cristais líquidos. Incluindo elementos de desordem, com o objetivo de simular uma mistura de discos e cilindros, é possível descrever diversos aspectos do diagrama de fases de certos líquidos anisotrópicos, incluindo a existência de um ponto multicrítico e de estruturas nemáticas uniaxiais e biaxiais, que têm despertado bastante interesse. Trabalhos nessa linha devem levar em conta as distinções (pouco reconhecidas) entre a "desordem fixa", apropriada para os sólidos, e a "desordem termalizada" das substâncias líquidas.


28 de junho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Férmions em redes óticas: como observar fases ordenadas?

Thereza C. de L. Paiva  (UFRJ)

A habilidade de aprisionar átomos fermiônicos, em redes óticas a temperaturas ultra baixas (na faixa de nano Kelvin) deu início a uma nova área de pesquisa, na fronteira entre a Física da Matéria Condensada, a Física Atômica e a Ótica.  Ao contrário do que acontece nos sistemas de Matéria Condensada, nas redes óticas há um grande controle sobre os parâmetros envolvidos: as interações entre os átomos são controladas através de um campo magnético, podendo ser atrativas ou repulsivas e o potencial químico é também é facilmente controlável. Com isso, um novo desenvolvimento nesta área é a possibilidade de realizar em laboratório modelos para férmions fortemente correlacionados.  Dentre esses modelos, o mais estudado é o modelo de Hubbard. Neste seminário discuto os avanços recentes na área, em especial a busca pelo antiferromagnetismo.


21 de junho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Neutrinos na Terra, Sol e Universo

Pedro Cunha de Holanda (IFGW - UNICAMP)

Nas últimas décadas assistiu-se a uma transição envolvendo o papel dos neutrinos na pesquisa científica. Com dados recentes de neutrinos de reatores, de aceleradores, neutrinos solares e atmosféricos, podemos traçar um panorâma preciso e consistente a respeito dos parâmetros de mistura dos neutrinos e suas escalas de massa.  E este panorâma nos permite começar a usar o neutrino como uma sonda para investigação em outros problemas astrofísicos e cosmológicos.  Neste colóquio apresentarei os dados mais recentes dos experimentos de oscilação de sabor dos neutrinos, e que valores para os parâmetros de oscilação podem ser extraídos destes dados. Mostrarei também como relacionar tais resultados com outras áreas de pesquisa, como o problema da metalicidade solar, a formação de estruturas e graus de liberdade no universo primordial.


14 de junho  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santa Adélia)

Partículas de Matéria Escura: Como Provar se Existem?

Alex Gomes Dias (UFABC)

Uma série de observações astronômicas têm fornecido fortes indícios apontando para o fato de que o Universo pode conter um tipo de matéria diferente daquela formada pelos elementos na tabela periódica. Medidas sobre o movimento e curvas de rotação das galáxias, efeitos de lentes gravitacionais, e diversos outros estudos corroboram a hipótese da existência de uma matéria que não emite luz sensível aos atuais telescópios e detectores. Isso define o que chamamos de matéria escura. Discutiremos as principais observações que têm conduzido a essa ideia, bem como alguns dos experimentos em atividade de busca direta por prováveis partículas de matéria escura. É provável que em breve teremos uma prova detalhada da existência dessas partículas e, com isso, poderemos avançar em direção a resposta para a pergunta: Afinal, do que é feito o Universo?


19 de abril  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Fraude! Cientistas que se comportam mal.

Erick Bastos (UFABC)

Este seminário trata de ética em ciência e relata casos emblemáticos de má conduta científica. Seu público alvo é composto, principalmente, por alunos de graduação e pós-graduação que poderão encontrar dilemas éticos durante seu percurso acadêmico. Serão relatados casos históricos e atuais de fraude, falsificação, cópia e manipulação de dados em diversas áreas da ciência.

Referências
Arst Jr., H. N., Nature 403, 478 (2000).
Martinson, B. C., Anderson, M. S., de Vries, R., Nature 435, 737 (2005).
Errami, M., Garner, H., Nature 451, 397 (2008).

12 de abril  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Explorando a região onde as hipóteses que validam a mecânica estatística de Boltzmann-Gibbs não são satisfeitas.

Constantino Tsallis (CBPF)

A célebre entropia de Boltzmann-Gibbs e a correspondente mecânica estatística estão produzindo, há já 140 anos, incontáveis e preciosas contribuiçoes para o nosso conhecimento dos sistemas cuja dinâmica coletiva satisfaz hipóteses simplificadoras tais como ergodicidade. Entretanto, um mundo fascinante existe fora desta hipótese (e de hipóteses relacionadas). É o objetivo da entropia não aditiva Sq e da correspondente mecânica estatística não extensiva, introduzidas em 1988, uma aproximação teórica deste mundo. Ilustraremos brevemente alguns de seus conceitos básicos, assim como algumas realizações e verificações em sistemas típicos, e recentes, em sistemas naturais, artificiais e sociais.

BIBLIOGRAFIA:
(i) C. Tsallis, Introduction to Nonextensive Statistical Mechanics - Approaching a Complex World (Springer, New York, 2009);
(ii) C. Tsallis, Entropy, in Encyclopedia of Complexity and Systems Science, ed. R.A. Meyers (Springer, Berlin, 2009);
(iii) S. Umarov, C. Tsallis, M. Gell-Mann and S. Steinberg, J. Math. Phys. 51, 033502 (2010);
(iv) J. S. Andrade Jr., G.F.T. da Silva, A.A. Moreira, F.D. Nobre and E.M.F. Curado, Phys. Rev. Lett. 105 , 260601 (2010);

5 de abril  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Estados quânticos: correlações e geometria

Marcelo Terra Cunha (UFMG)

As correlações apresentadas por sistemas quânticos são tema de intenso estudo nas últimas décadas: emaranhamento, não-localidade, discórdia são alguns dos temas ainda não completamente entendidos, que tanto revelam aspectos fundamentais da mecânica quântica, quanto sobre a possibilidade de aplicação em questões práticas, como criptografia, computação e simulação de sistemas naturais. Alguns aspectos destas correlações, bem como de sua evolução temporal, podem ser entendidos com ajuda da percepção geométrica do conjunto de estados quânticos. Pretendo fazer uma introdução generosa aos termos apresentados nesse resumo, bem como dar um sabor de como a geometria pode nos ajudar em sua compreensão.


29 de março  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Efeitos quânticos em gravitação

George Matsas (IFT/UNESP)

É bem sabido que o fato da interação gravitacional ser débil em relação às demais faz com que ela seja TIPICAMENTE dominante em escalas astrofísicas ou cosmológicas, enquanto que efeitos quânticos são PRINCIPALMENTE importantes em escalas microscópicas onde as grandezas relevantes são da ordem da constante de Planck. Apesar disso, a mecânica quântica não possui NENHUMA escala de tamanho que a impeça de ser importante em regimes macroscópicos. A estratégia deste colóquio pedagógico para não especialistas é convencer a audiência de que a mecânica quântica pode e tem mais a dizer para astrofísica e cosmologia do que a sabedoria popular sugere. Para tanto, discutiremos uma série de fenômenos alguns dos quais já comprovados, culminando com um novo efeito quântico recentemente descoberto.


22 de março  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

Modelagem computacional em Matéria  Condensada: da física fundamental à aplicações na indústria

Caetano Rodrigues Miranda [UFABC]

Recentemente, através de simulações computacionais têm sido possível o entendimento de processos microscópicos que ocorrem na Matéria Condensada, que não são diretamente acessíveis experimentalmente. Adicionalmente, a modelagem tem permitido a descrição da Matéria Condensada em condições extremas de alta temperatura e pressão, bem como sistemas na escala nanométrica, estados metaestáveis e transições de fase. Nesse seminário, abordaremos alguns dos projetos que estão sendo desenvolvidos na UFABC na área de modelagem computacional com implicações em Física Fundamental e em problemas reais na indústria do Petróleo e Energia. Descreveremos as transições estruturais de Clatratos de Sílica em altas pressões a partir de uma abordagem de multiescala. Nossos resultados permitiram o entendimento dos mecanismos atomísticos dos fenômenos de amorfização induzida por pressão (1). Em seguida, exploraremos o design computacional de nano e mesoestruturas para aplicações na indústria (2). Uma delas é a utilização de nanoestruturas rígidas para controlar o fenômeno de molhabilidade entre o sistema (óleo-água-minerais) em condições de temperatura, pressão e salinidade de reservatórios de petróleo (Pré-Sal). Tais estudos (2-3) não apenas levam a uma melhor compreensão dos fenômenos da molhabilidade (transições seco-molhado), transporte em escala nanométrica, mas têm implicações diretas em técnicas de recuperação melhorada do Petróleo e novas idéias como o desenvolvimento de um computador químico, em curso na UFABC. 

(1) C. R. Miranda et al., J. Chem. Phys. 134, 074506 (2011) 
(2) C. R. Miranda et al., Journal of Materials Science, 45, 5084 (2010)
(3) C. R. Miranda et al., JACS 132, 18281 (2010)

15 de março  (14:00, Aditório do 8º andar, Bloco B - Santo André)

A Importância da Divulgação Científica

Marcelo Knobel (IFGW - UNICAMP, Atual Pró-Reitor de Graduação da UNICAMP)

Diariamente somos inundados por inúmeras promessas de curas milagrosas, métodos de leitura ultra-rápidos, dietas infalíveis, riqueza sem-esforço. Basta abrir o jornal, ver televisão, escutar o rádio, ou simplesmente abrir a caixa de correio eletrônico. A grande maioria desses milagres cotidianos são vestidos com alguma roupagem científica: linguagem um pouco mais rebuscada, aparente comprovação experimental, depoimentos de “renomados” pesquisadores, utilização em grandes universidades. São casos típicos do que costuma-se definir como “pseudociência”. A definição de pseudociência é muito genérica, e pode incluir, além dos poucos exemplos citados, uma miríade de fenômenos paranormais, sobrenaturais, extrasensoriais, e qualquer conjunto de procedimentos e “teorias” que tentem se disfarçar como ciências sem realmente sê-la.  A discussão dos limites entre ciência e pseudociência certamente inclui uma questão mais profunda: o que é ciência? Como definí-la? Esse é um assuntocomplexo e delicado, e impossível de tratar em um breve seminário. Entretanto, vale a pena discutir porque devemos nos preocupar com as pseudociências. Alguns dos exemplos citados, e os respectivos personagens envolvidos, não passam de objetos de ironia e diversão para uma camada da população mais instruída. Aparentemente, não podem causar mais impacto do que simples arranhões à já aparentemente consolidada imagem da ciência, que é geralmente vista como um pilar firme onde a sociedade se apoia. Entretanto, vale lembrar que inúmeras vezes a pseudociência é utilizada com má fé, destinada a usurpar o dinheiro da população em geral que ingenuamente acredita em evidências casuais, rumores e anedotas. Esse fato torna-se ainda mais drástico quando essas crenças atingem a área de saúde, onde o prejuízo financeiro pode vir acompanhado de um irreparável dano físico e/ou mental. Neste seminário é apresentada uma breve tentativa de delimitação do que pode ser considerado pseudociência, lembrando, entretanto, que os limites muitas vezes são extremamente tênues. Serão dados exemplos de lendas urbanas que, por caminhos tortuosos, atingiram diretamente um grande número de pessoas, com o objetivo de ilustrar os potenciais “perigos” das pseudociências. Serão discutidas algumas possíveis ações de dvulgação cinetífica que os educadorese cientistas podem realizar, sempre recordando que o importante é estimular, antes de tudo, o pensamento crítico e a discussão. Finalmente, são mostradasalgumas ações que vem sendo realizadas na UNICAMP.

Page 3 of 3

Go to top