Teses de Doutorado Receberam Prêmios da Capes e da SBF

Duas pesquisas desenvolvidas na UFABC receberam destaque no Prêmio Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) 2013. A Tese "Quantificação, dinâmica, testemunho e aplicações da discórdia quântica", de Jonas Maziero sob orientação do professor Roberto Serra, recebeu o Prêmio de Melhor Tese da Área de Física. Leticia Pires Gonçalves sob orientação do professor Erick Bastos, recebeu Menção Honrosa com a Tese "Betalaínas: semissíntese, capacidade antirradicalar e aplicação como sondas em sistemas biológicos", na área de Química. A Tese de Maziero recebeu também Menção Honorífica no Prêmio José Leite Lopes de Melhor Tese de Doutoramento de 2013, organizado pela Sociedade Brasileira de Física (SBF). Estes reconhecimentos são concedidos a teses que se destacam por sua originalidade, inovação e qualidade.

Melhor Tese na área de Física

O trabalho que levou a conquista do Prêmio Capes de Melhor Tese, foi defendido por Jonas Maziero em 2012 no Programa de Pós-Graduação em Física da UFABC. Este trabalho deu origem a 14 publicações de qualidade internacional que tiveram grande impacto em sua área, totalizando mais de 770 citações em curto período de tempo. Maziero estudou um tipo peculiar de correlação conhecida como discórdia quântica. Os resultados obtidos nesta tese envolveram descobertas e experimentos pioneiros que poderão ser aplicados no desenvolvimento futuro de novas tecnologias para comunicação e processamento de informação baseadas em sistemas quânticos.

"Este reconhecimento estimula jovens doutores a continuar a busca pela excelência, trabalhando em temas de pesquisa que estão na fronteira do conhecimento humano ou além dela. Precisamos desses novos talentos para mudar o Brasil e alcançar um novo patamar de avanço científico e tecnológico passando de expectadores a protagonistas do desenvolvimento", ressalta o professor Roberto Serra.

A Tese de Jonas Maziero também foi agraciada com Menção Honorífica no Prêmio José Leite Lopes de Melhor Tese de Doutoramento, da SBF de 2013. Durante seu doutorado Maziero visitou diversas instituições e laboratórios, entre elas, a Universidade de Oxford no Reino Unido e Max Planck Institute de Dresden na Alemanha. Teve oportunidade de colaborar com pesquisadores teóricos e experimentais de diferentes áreas, resultando em uma abordagem interdisciplinar aos problemas tratados. Atualmente ele está em vias de assumir uma posição de professor na Universidade Federal de Santa Maria no Rio Grande do Sul, seu estado natal, onde deve continuar desenvolvendo suas linhas de pesquisa.

Menção Honrosa na área de Química

A Menção Honrosa é conferida a uma obra digna de citação pela importância e qualidade do seu conteúdo. A Tese de Leticia Pires Gonçalves se enquadra nessa categoria, a mesma foi defendida no Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Química da UFABC. Desta Tese resultaram, até o momento, 5 artigos científicos e um capítulo de livro. O trabalho trata da transformação de pigmentos naturais, chamados Betalaínas que tem possíveis aplicações em antioxidantes e marcadores para microorganismos que causam doenças. Foram desenvolvidos métodos para a detecção dos agentes causadores da malária (Plasmodium falciparum) e do antraz (Bacillus anthracis).

Neste momento, Leticia está fazendo Pós-Doutorado no grupo do professor Marko Mihovilovic, na Universidade Técnica de Viena, Áustria.

Rápido reconhecimento

Este foi o primeiro ano em que a UFABC participou da premiação da Capes. Jonas Maziero e Leticia Gonçalves estão entre os primeiros Doutores formados pela UFABC. "Esse reconhecimento rápido da qualidade e impacto da Pós-Graduação da UFABC demonstra a tenacidade e qualidade com que as atividades de pesquisa vem sendo desenvolvidas na universidade. Parabenizamos os estudantes, seus orientadores e os Programas de Pós-Graduação pela conquista e esperamos receber novas láureas acadêmicas nos próximos anos", comenta o Pró-Reitor de Pós-Graduação Carlos Kamienski.

Sobre o Prêmio Capes

O Prêmio Capes de Tese foi instituído no ano de 2005, com o objetivo de outorgar distinções às melhores teses de doutorado defendidas e aprovadas nos cursos reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação) em 48 diferentes áreas de avaliação. São considerados na seleção os quesitos originalidade, inovação e qualidade. A cerimônia de entrega do prêmio será realizada em Brasília, no dia 10 de dezembro deste ano.

A premiação é constituída de certificados e medalhas, auxílios equivalentes a uma participação em congresso nacional ou internacional para o orientador, bolsa para realização de estágio de Pós-Doutorado no Brasil ou no exterior para o autor, prêmios adicionais em dinheiro, em parceria com a Fundação Conrado Wessel, Fundação Carlos Chagas e Instituto Paulo Gontijo.

Mais informações sobre estas premiações:

Assessoria de Comunicação e Imprensa